1 de jul de 2011

Receita Federal leiloa Lada Niva dia 13/07

Receita Federal leiloa automóveis de luxo dia 13 entre os carros Lada Niva 




A Alfândega da Receita Federal no Porto do Rio Grande realiza, no próximo dia 13, um leilão para pessoas físicas no qual serão colocados à venda seis lotes de veículos, totalizando, pelos lances mínimos, R$ 188,3 mil. Os destaques são dois automóveis de luxo e uma motocicleta BMW de 1.170 cilindradas.

O leilão será realizado na sede da Alfândega (Marechal Floriano Peixoto, nº 300, centro do Rio Grande), às 10h. A maioria dos veículos a serem ofertados foi apreendida no Porto do Rio Grande devido à fraude na importação. Apenas um - Lada modelo Niva - teve apreensão por motivo diferente: é um carro uruguaio que circulava no território nacional com um brasileiro, quando a importação de veículos usados é proibida.

Serão leiloados um jet ski sem motor com reboque (lote 1, lance mínimo de R$ 800); uma minimoto usada, com motor a combustão de baixa potência (lote 2, valor inicial de R$ 500); um veículo Lada modelo Niva 4X4, ano 2000 (lote 3, com lance inicial de R$ 7 mil); uma motocicleta BMW, ano 2008, motor de 1.170 cilindradas e câmbio automático de seis velocidades (lote 4, valor mínimo de R$ 20 mil), e dois automóveis Nissan FX35 AWD/4X4, ano 2009, câmbio automático de seis marchas, sendo que cada carro forma um lote (5 e 6) e o lance mínimo por unidade é de R$ 80 mil.

Conforme o inspetor-chefe da Receita Federal do Brasil no porto rio-grandino, Marco Antônio Medeiros, o valor de mercado dos automóveis Nissan está acima de R$ 200 mil por unidade e o da motocicleta BMW é superior a R$ 50 mil. Os dois carros e a moto BMW são zero quilômetro e já se encontram na sede da Alfândega, para onde também serão levados, a partir de segunda-feira, os demais veículos, que ainda estão armazenados no Porto do Rio Grande. A

s visitações para verificação dos bens ocorrerão nos próximos dias 7, 8, 11 e 12, das 10h30min às 11h30min e das 14h às 17h, e no dia 13, das 9h às 9h50min.



Qualquer pessoa inscrita no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) do Ministério da Fazenda poderá oferecer lances, com exceção dos servidores e ocupantes de cargo em comissão em exercício na Receita Federal; dos interessados nos processos fiscais de apreensão das mercadorias ou neles responsabilizados por infrações; dos menores de 18 anos, não emancipados, se não estiverem na forma da lei civil devidamente representados (menores de 16 anos) ou devidamente assistidos (maiores de 16 anos), e dos despachantes aduaneiros, corretores de navios, assim como seus ajudantes e prepostos.

Dos recursos que forem arrecadados, 40% serão destinados para a Previdência Social e 60% para o Fundo Especial de Desenvolvimento e Aperfeiçoamento da Atividade de Fiscalização (Fundaf).
.
.
.
Fonte:
Jornal Agora
Carmem Ziebell
carmen@jornalagora.com.br
Colaboração Especial
Camarada
Emerson Pedro Bazi
.
.
.

Nenhum comentário: