24 de fev de 2015

5.000 km entre Botucatu e Arembepe na Bahia (post 1045)

Uma viagem a bordo do Furthur.


Quem disse que é inviável expedicionar pelo interior brasileiro a bordo de Lada Niva?! Está muito enganado, pois viajar com um carro antigo, com 24 anos de fabricação, 4x4 integral, russo, fora do padrão brasileiro e ainda percorrer mais de 5.000 Km, com certeza não é para muitos.
  


Um casal de Botucatu, da região de Bauru, decidiu fazer uma viagem diferente a bordo de um jipe russo, um Lada Niva, os aventureiros Diogo Zanoni um médico veterinário e sua esposa a bióloga Mônica Torres, percorreram mais de cinco mil quilômetros, a expedição envolveu aventura e muito conhecimento cultural, além de passar suas experiências com os animais. 



Diogo e Mônica decidiram juntar as profissões e a vontade de viajar pelo interior brasileiro, visitando alguns amigos virtuais do grupo “Lada Fans”, que se tornaram reais amigos e conhecer lugares que dificilmente iriam visitar se fossem com outro meio de transporte. Com a ideia pautada criaram um projeto para que durante a viagem fossem orientando pessoas, moradores locais e transeuntes, sobre o bem estar animal, principalmente neoplasias e afins, além de levar informações importantes sobre prevenção à acidente com animais peçonhentos.
Estranho? Não! Para eles esse tipo de ação virou rotina faz tempo...




A viagem teve seu charme e nostalgia, ir de Lada Niva por quatro estados entre Rio de Janeiro, Espírito Santo, Bahia e Minas Gerais, “...foi é um maior barato, ainda mais quanto você pinta a frente da capa da barraca automotiva com a palavra Furthur...” comentam.




“Furthur” é o nome carinhoso que batizaram seu Lada Niva. Contam a lenda que “Furthur” era um ônibus escolar com pinturas psicodélicas adquirido em 1964 pelo autor Ken Kesey, para levar sua "Merry Band of Pranksters" pelo interior americano, filmando um documentário e promovendo seu romance “Sometimes a Great Notion (Às vezes, uma noção grande)”. O documentário “Magic Trip” foi lançado em 2011, dirigido por Alison Ellwood e Alex Gibney. 
  


Atrás do carro tinha uma estranha frase que deixaram as pessoas com o pensamento  bolado: “ CUIDADO CARGA ESTRANHA”.
  


O Lada Niva, ano 1991, com algumas modificações para longa viagem, tinha entre os equipamentos uma barraca automotiva, geladeira 12v de 24 litros, equipamentos domésticos, tais como fogão, armário, pratos, talheres, panelas  e algumas peças sobressalentes caso ocorresse algum imprevisto na estrada.  




Saíram de Botucatu rumo a capital São Paulo, visitaram familiares e seguiram agregando a mascote Mufa. Uma grande viagem, subiram um morro e chegaram a um templo Hare Krshina, visitaram Paraty – RJ e fizeram um mini encontro de Niveiros com o PretusOffroad, perderam-se em Angra e encontraram um Cubano dizendo que por lá Fidel escolheu bem os carros que rodam em Cuba: “En my tiera tiene muchos Nivas, Yo soy Cubano!”, sentiram a sensação de se perder no tempo sem saber o dia da semana e a hora...






Visitaram Casimiro de Abreu, e por lá encontraram um estranho barbudo e seu Lada Niva, juntos com o pai do Niveiro festejaram muito a chegada do casal. Foram logo adotados. Passaram um natal estranho em Vitória - ES com uma família diferente e divertida.




A viagem tomou uma proporção inesperada para a expectativa do casal de aventureiros, ao visitar Itaúnas que foi tão incrível para eles, quanto a sonhar um sonho muito mais estranho e perceber que na verdade ele foi tão real quanto à viagem de Ken kesey, ou mesmo que se perder na Bahia e ir se deparar com Arraial D’ajuda, Porto Seguro, Ilhéus, Itacaré e deixar de conhecer Canavieiras do Betão do Grauçá 4x4 Offroad que os esperava... Ligaram mas já estavam a 100 km a frente de Canavieiras (http://grauca4x4.blogspot.com.br/p/canavieiras-bahia.html), ficou para a próxima...

 











De Camamú foram dormir num posto da BR – 101. De lá passaram por Cruz das Almas para conhecer “O Bacalhau” da BacalhoLada e sua adorável esposa, Dona Ceiça, também seus cães, gatos, o Cocada - um Lada Laika, e os dois míticos Nivas desmontados que estão ficando ótimos.



Foram dois dias agradáveis em companhia dos Niveiros quase baianos, após essa loucura toda foram até Salvador só para a Mufa andar no elevador Lacerda, Pelourinho e Farol da Barra, pois o destino final estava próximo, praias de Camaçari - BA, Arembepe, mais especificadamente a 1ª Aldeia Hippe do Brasil.

 















Fantástico, objetivo alcançado! Acharam o lugar lindo e com visual bucólico, um ótimo lugar para passar uns dias, uma semana, um mês, um tempo para refletir a vida.





 


A volta foi meio rápida, praticamente uma corrida contra o tempo e uma prova de resistência para o Lada Niva de 24 anos e é por isso que eles amam viajar com o Furhtur, um carro muito bom de viagem, interessante para ir a locais de difíceis acessos, trilha, todo terreno e que impõe respeito e admiração por ser russo e 4x4 integral, houve um dia que rodaram praticamente 24 horas e a máquina Furthur não reclamou, não arriou a guarda e nem deu sinal de que ia parar pra descansar, uma viatura admirável que bota qualquer atual no bolso.




Em resumo, 5.000 km, 21 dias, o casal Diogo & Mônica, a mascote Mufa, o Lada Niva heroico Furthur, muitos amigos. 
"...nada poderia ser tornar tão real..."












Um comentário:

Caio Pompeo Alves disse...

Parabéns!!! Excelente aventura! Deixaram um gostinho na boca! :)