29 de abr de 2018

Pilotos de Formula 1 Correm Com Niva no Azerbaijão (post 1188)



Os pilotos de Fórmula Um, Daniel Ricciardo e Max Verstappen experimentaram um racha na “Terra dos Touros” a 70 km ao sul de
Baku, o Parque Nacional às vezes é conhecido como Land of the Bulls, no Azerbaijão. O Parque Nacional está dentro da Reserva de Gobustan, tem a característica de um semideserto, e é o lar de algumas das artes rupestres pré-históricas mais bem preservadas do mundo, a maioria delas com 40.000 anos, é um Patrimônio Mundial da UNESCO, então não era plausível deixar Max e Daniel soltos com um Niva nesse lugar.


O Parque Nacional cobre 537 hectares repleto de caminhos rochosos traiçoeiros, barrancos estreitos, vulcões de lama e estradas pouco navegáveis, estava apenas clamando por alguma ação 4x4. No entanto, não teria sido divertido se não houvesse alguma competição no local tão convidativo, definiram que os pilotos F1 Max e Daniel seriam desafiados a derrotar alguns motoristas locais com conhecimento especializado na paisagem. Mas, apesar da familiaridade dos moradores locais com as trilhas e caminhos, o ritmo de F1 venceu no final e com Max ao volante e com Daniel 'navegando', os Red Bulls domados a terra dos touros em grande estilo.


"Foi muito divertido", Max riu. “Muitas pedras! Mas foi um bom dia. Acho fascinante que tão perto do mar você tenha esse tipo de paisagem, é muito bonito. Quanto à direção, tivemos uma competição de alguns moradores locais com o mesmo tipo de carro. Nós nos divertimos indo à deriva, fizemos um pouco de filmagem com os carros e eu tenho que dizer que eu gostei. Os caras locais conheciam o terreno muito bem, mas infelizmente para eles estávamos um pouco mais rápidos”.


Com Max ao volante, Daniel assumiu o papel de Zequinha Navegador, e enquanto ele tinha total confiança nas habilidades de Max, ele admitiu alguns momentos nervosos. "Felizmente, o Lada lidou como uma jóia absoluta", disse ele. “Sempre que Max dava uma derrapada na terra eu senti que ele poderia trazê-lo de volta, então eu tinha confiança, mas definitivamente havia alguns momentos de 'oh garoto!'...”


“Eu não estava tentando assustar Daniel, mas sei de mim mesmo que uma vez que você é passageiro, é sempre um pouco mais assustador, porque você não está no controle. Mas acho que mantivemos isso bem seguro. Não há grandes dramas ". Comentou Max.


Os dois pilotos também ficaram impressionados com a forma como o pequeno Lada Niva lidou com o desafio. "O Lada Niva foi muito divertido", disse Max. "É uma distância entre eixos muito curta, mas o manuseio estava bom. É bem na velha escola, ainda é um manual, mas eu tenho que dizer que Daniel e eu estávamos rindo muito, então eu acho que é um bom sinal”. Daniel ficou ainda mais satisfeito com o desempenho do 4X4, acrescentando: “Eu quero comprar um para minha fazenda. Definitivamente. Estou imaginando um derby de Lada Niva. Estou falando de uma dúzia de Ladas Nivas, duas dúzias de pilotos pro Lada Niva e apenas um grande derby. Podemos levar uma dúzia deles para Perth, por favor?”


No final, ambos os pilotos ficaram felizes por ter experimentado outro lado do Azerbaijão. "Esta é realmente a primeira vez que vi mais do que o hotel e a pista", disse Max. “Estou sempre feliz em explorar coisas novas e fiquei bastante surpreso. Eu nunca ouvi falar de algo assim, então é bem legal.”  Daniel comentou: “Eu não sabia que fora da cidade era assim. O hotel fica ao lado da pista, por isso é muito fácil ir ao circuito do hotel durante toda a semana, por isso, sair e ver um pouco é legal. Algumas cidades malucas, um cemitério assustador - é bem robusto, mas muito legal”.


Mas agora está de volta à cidade de Baku, já que o principal evento, o Grande Prêmio do Azerbaijão, começa a aumentar. "Estou ansioso para começar o fim de semana e dirigir. No ano passado, acho que o carro era realmente muito competitivo, então espero que seja o mesmo desta vez”, disse Max do fim de semana à frente. “Circuitos de ruas são sempre muito legais, mas o segundo setor, onde é bastante sinuoso e apertado em volta do castelo, eu acho que é muito divertido. Devemos ter algumas corridas interessantes.


E para o vencedor do Azerbaijão em 2017, Daniel, retornar a Baku é rico em emoção. "Isso é bom; bom momento e boas lembranças do ano passado aqui”, disse ele. "Isso realmente não muda a minha abordagem para um fim de semana, mas claro, é bom ter uma boa sensação sobre entrar em uma corrida."


Eu estava encerrando a matéria e acompanhando paralelamente a corrida de Fórmula Um quando os caras bateram um no outro e ficaram fora do Grande Prêmio do Azerbaijão 2018. Estavam entre nas posições 4º e 5º no momento do acidente que o Daniel Ricciardo bateu na traseira do Max Verstappen, acho que “soltaram os burros” demais e o Red Bull não “deu asas”. Vida que segue! Ah, quem ficou em primeiro no pódio Grande Prêmio do Azerbaijão 2018 foi mais uma vez o inglês Lewis Hamilton.


Assista os vídeos:


Nenhum comentário: