29 de mai de 2016

NIVA TO NENETS, 5.500km e o Lada Niva Azul (post 1111)




NIVA TO NENETS é um projeto de viagem interativa no qual o Lada Niva Azul e a Rosanne são protagonistas. O Niva é conduzido em expedição da Bélgica aos
Nenets, no noroeste da Federação Russa, como um grande presente de cultura e socialização. A ideia por trás do projeto é de fazer algo para apoiar os Nenets. Por ser um povo indígena dentro de um mundo globalizado está cada vez mais difícil de sustentar a sua cultura tradicional e de subsistência na criação de renas. Mas o fato de Rosanne Van Klaveren ser de origem ocidental-europeu despertou-lhe o desejo inquestionável de fazer o bem.




O operacional do projeto envolve várias pessoas, desde os groenlandeses e Sami, que voluntariamente revezam na condução do Lada Niva Azul durante a viagem de oito semanas e 5.500km. Seis pequenas câmeras de ação GoPro gravam todas as conversas e situações na estrada simultaneamente. Durante as atividades que chamam de “Picnic-Quiz” em Hasselt, Haia, Copenhague, Estocolmo, Helsinque e São Petersburgo, mais pessoas se interessam em participar. Durante as atividades de conscientização várias perguntas surgem sobre a descolonização dos Nenets. Um texto sobre o assunto abordado é colocado em público como questionário, combinado com lanches extravagantes com coberturas coloridas, um verdadeiro piquenique para criar uma atmosfera dinâmica. Depois de respondido as perguntas do questionário, as cores das mantas do piquenique simbolizam as possíveis respostas dos participantes e eles podem escolher. As pessoas são estimuladas a se mover, cada resposta vem com lanches diferentes em cores correspondentes, e os participantes são motivados a compartilhar opiniões durante a partilha dos snacks. Um dia de reflexão...
























 


 







Rosanne comprou o seu Lada Niva Azul em 2006 de segunda mão, o ano não foi revelado, mas desde então sempre há um sentimento alegria e felicidade. Ela o acha muito bonito, forte, mas teimoso. Uma combinação perfeita de amor e instrumento de caridade e socialização.





Os Nenets são indígenas do Ártico russo. Hoje aproximadamente 42.000 Nenets habitam o Distrito autônomo de Nenets da Região Arkhangelsk e do Distrito Yamal-Nenets da Região Tyumen, que estão localizados abaixo das ilhas da Nova Zembla. Enquanto isso muitos Nenets vivem em aldeias do modo tradicional, e as renas continuam sendo muito importante em suas vidas, tanto economicamente quanto culturalmente. Os grupos familiares que vivem seminômades com suas renas suportaram e sobreviveram aos desafios das invasões coloniais, da guerra civil, da revolução e da coletivização forçada. Sua subsistência é hoje novamente seriamente ameaçada. As infraestruturas da indústria do petróleo e do gás afetam as rotas de migração, enquanto as pastagens são vulneráveis ​​à poluição e aumento das temperaturas. Também os Nenets seguem carreiras modernas, a discriminação racial, muitas vezes diminui o nível e a expectativa de vida. Na opinião de Rosanne: “...os Nenets são um povo interessante com uma rica cultura, é difícil para os Nenets sustentar sua cultura e modo de vida tradicional, eu quero ajudá-los...”



















Os Nenets devem ser preservados para que nunca se perca a singularidade do coletivo em questão. Acredito que Lada Niva Azul simboliza a união de um povo por um todo, promovendo a resistência cultural do Nenets. Reforça-se com a cor universal do Azul mantendo-se caracterizado por agregar mais pessoas que essencialmente venham defender uma sociedade frágil, principalmente sua cultura, seus costumes, sua música, sua arte, seu modo de pensar e agir. O Lada Niva Azul e a Rosanne não surgiram por acaso...






















 









Fonte:
nivatonenets.org