10 de mai de 2012

Renault/Nissan e Rostekhnologii decidiram pela participação majoritária na AvtoVAZ até 2014!




A Renault-Nissan e a Rostekhnologii estatal mantiveram no 03 de maio de 2012, em Paris, a criação de uma ”Joint Venture*”(*algo que pode ser traduzido como “aventura em conjunto”, ou melhor, empreendimento em conjunto) que vai dar à Aliança Renault-Nissan uma participação controladora indireta na AvtoVAZ.  Renault-Nissan irãoi investir cerca de US $ 750 milhões para participação de 67,13% na joint venture em meados de 2014. 
A joint venture irá possuir 74,5% da AvtoVAZ. Renault, que já havia adquirido participação de 25% na AvtoVAZ em 2008, desde então, ajudou a iniciar uma reestruturação radical, vai investir cerca de US $ 300 milhões na joint venture. A contribuição da Nissan, que não é atualmente um acionista da AvtoVAZ, aplicará cerca de US $ 450 milhões. Estes montantes serão pagos em etapas pela Renault e Nissan até 2014. "O acordo de hoje representa mais um passo em um processo colaborativo de se tornar maior, o que contribui para a modernização do líder da indústria automotiva russa. Renault e Nissan irão continuar a transferência das tecnologias para fábricas russas, enquanto os nossos colegas russos estarão cada vez mais presente na equipa de gestão multicultural da Aliança, estamos muito satisfeitos em permitir que a AvtoVAZ fortaleça seus laços com a Renault-Nissan com o novo parceiro estratégico da AvtoVAZ. A joint venture é a mais uma prova do progresso notável que fizemos para estabelecer uma visão comum para o benefício de marca da AvtoVAZ e LADA." disse Sergei Chemezov, diretor-geral da empresa Tecnologias da Rússia.


 A Renault-Nissan vai continuar nos próximos meses a uma auditoria financeira, jurídica e ambiental. As partes devem assinar os contratos definitivos e fechar a transação até o final de 2012, sujeita às aprovações regulamentares. A nova linha de produção conjunta representando um investimento de capacidade de produção de 350.000 carros por ano, com esta capacidade adicional, a usina tem agora em diante, mas uma capacidade total anual de quase um milhão de veículos. Renault, Nissan e LADA estão lançando uma ofensiva de produto que irá resultar em uma atualização de todo o coração da gama de LADA e comercialização de veículos novos para as três marcas. À AvtoVAZ pretende atingir uma capacidade de produção de cerca de 1,4 milhões de veículos por ano até 2015 sob os rótulos Renault, Nissan e LADA...

 
 
O primeiro-ministro e presidente eleito da Rússia, Vladimir Putin, declarou que a empresa automobilística AvtoVAZ tem futuro excelente. Putin visitou as instalações da empresa em Togliatti, na Região do Rio Volga, para prestigiar o lançamento, na semana passada, da linha de produção do novo modelo da empresa, o Lada Largus.   Putin afirmou que a empresa AvtoVAZ, agora associada ao grupo Renault-Nissan, responde por 25% do mercado de automóveis de passeio da Rússia. Ao se referir à indústria automobilística russa, Putin também citou o fato de que o país está em segundo lugar na Europa e em quarto lugar no mundo em termos de resultados na indústria automobilística.



 
Para o diretor-executivo do grupo, Carlos Ghosn, “o acordo feito mostra um novo passo no processo de colaboração, que contribuirá para a modernização da principal marca de automóveis russa". A parceria será feita com a estatal Russian Technologies


 
.
.
.
Fontes:
LADAInfo France
.
.
.

Nenhum comentário: