5 de jul de 2013

Aconteceu comigo – Causos & Acasos do Niva




O Niveiro andava meio assustado com a violência aumentando a cada dia, a cidade tensa por causa dos protestos contra a corrupção.
Ficara paranoico, pois meses atrás passou um perrengue com a família dentro de sua casa quando um viciado em crack invadiu e pôs uma arma na cabeça da sua filha que assistia TV na sala. Queria dinheiro para as pedras. Entregou um pouco que tinha na carteira e o cara foi embora com pressa. O ladrão safado, ao partir ainda disse que o muro da casa era muito baixo e muito fácil de entrar.
Não pensou duas vezes seguiu as recomendações do "especialista", levantou o muro, pôs câmeras de segurança por toda a casa e perdeu o sossego... 
Desde então ficou mais apreensivo, receoso.

Por esses dias estava descendo uma avenida com o “Barulhento” (apelido do seu Lada Niva) e uma motocicleta emparelhou com ele. O piloto gritou alguma coisa que não conseguiu entender porque estava curtindo bem alto “Satisfaction” do The Rolling Stones no rádio.

Acelerou para não ser alcançado e moto acompanhou na mesma velocidade.
Teve certeza: é um assalto.
Tinha um semáforo há uns cem metros à frente.
“Meu Deus luz amarela a frente vou ter que parar mesmo” pensava o Niveiro apreensivo.
Frio na barriga...
Resolveu pisar no freio antecipadamente, mas o motoqueiro reduziu também, ficando do seu lado.
Decidiu jogar o carro em cima dele e seja o que Deus quiser.
O piloto gritou novamente e dessa vez conseguiu ouvir através do capacete:
"...você não vende não???!!!"

Ufa, era só um apaixonado pelo russinho e o Niveiro poderia ter matado o cara...
Na hora só conseguiu responder aos berros: "NÃO CARALHO!!! NÃÃÃÃO!!!"

O Niveiro só riu do acontecido uns dez minutos depois... 

KKKKKKKKKKKKKKKKK

.
.
.
por Fernando de Mattos
.
.
.

Um comentário:

Odilson disse...

Cautela e caldo de galinha não faz mal para ninguém ahahah